terça-feira, 29 de janeiro de 2013

(65) 3º aniversário

E mais um ano se foi...

Ainda me lembro da conversa que tivemos sobre ter filhos... sobre fazer um tratamento...
Ainda me lembro dos medicamentos que usei... das injeções que me apliquei... cada mancha roxa...
Ainda me lembro do tão esperado dia do Beta-Hcg...  a médica nos disse: ainda não sabemos quantos serão, mas pela contagem hormonal, mais de um com certeza! Aquilo nos encheu de alegria e felicidade!!!
Lembro-me dos enjoos... das preocupações... de senti-los se mexendo... era fantástico... as vezes doía um pouco, outras vezes apenas incomodava, mas a vontade em tê-los era tanta que eu nem me importava com isso.
A cada ultrassonografia eu tentava ver como seriam seus rostinhos... sem fazer  idéia de que Deus me daria os bebês mais lindos do mundo.
Ao final da gestação, eu já não respirava muito bem, não ficava mais tanto tempo em pé... isso era algo que me cansava demais... * no Natal de 2009 eu simplesmente não consegui comprar o presente do papai, pois não me aguentava em pé no shopping... nem sequer para observar a vitrine... saí de lá chorando...
Em janeiro de 2010 o obstetra definiu... vamos trazê-los ao mundo no dia 25. E os dias se passaram...

No hospital, só me lembro de estar sendo levada para a sala de cirurgia... lembro-me de alguns rostos familiares, que estavam com tanta expectativa quanto eu.
Conversei com a anestesista, ela me disse: "não vai doer nada, é igual injeção de dentista", mal ela sabia da minha profissão. Alguns segundos depois minha pressão caiu muito, eu não tinha forças nem pra falar, chamei por meu marido, que se assustou ao me ver pálida daquela forma. Ele sentou-se ao meu lado e me fez um carinho sobre a touca que cobria meus cabelos.
Sem saber o que estava acontecendo, sem forças pra falar, respirar e até mesmo abrir os olhos e ver o que estava acontecendo, ouvi bem ao longe um chorinho... logo mais outro...
Enrolaram meus pequenos e os colocaram sobre meu peito. Naquele momento eu não consegui ver a carinha que eles tinham, apenas senti o arzinho puro que saia de suas narinas, isso pra mim bastou. Logo os levaram... me lembro de ter dito ao meu marido: você olhou bem pra eles? porque eu não os vi... dali por diante dormi...
Acordei após algumas horas, fui para o quarto e lá sim conheci as duas pessoas que mudariam minha vida para sempre.

Ele com cara fechada, cara de menino bravo.

Ela com carinha delicada, carinha de anjo.


As coisas se inverteram...rs... ele virou o anjinho e ela ficou muito brava, chorava por tudo e era um choro ensurdecedor... mas tinha um colo mágico que a fazia parar... o colo do papai.

Ele grudou em mim, ela nele.

O tempo passou e as coisas mudaram novamente... ela ficou mais nervosa e mandona e ele agora está teimoso. Sei que tudo são fases... Ela agora gruda em mim e ele no pai... e assim tudo vai mudando, dia após dia...

Sexta-feira completaram 3 anos, estão saudáveis, espertos, inteligentes, safados, amorosos, beijoqueiros, interesseiros...rs...

Só tenho a agradecer por tudo o que passei por eles e com eles, estou ensinando e aprendendo a cada dia.

Filhos eu os amo com toda intensidade da minha alma...


O texto à seguir, fala de tudo aquilo em que acredito...



VIVAM INTENSAMENTE ESSE MOMENTO LINDO POR QUE...

"haverá um dia onde vocês não mais encontrarão os brinquedos espalhados pela casa; 
não se sentirão mais irritados ao verem aquela parede limpinha toda rabiscada com lápis de cor;
nem precisarão mais recolher os travesseiros e almofadas;
nem desmancharem a cabaninha feita com lençóis; 
não precisarão mais insistir na escovação dos  dentes,
nem cobrar que façam o PARA CASA;
não precisarão ir  às Reuniões de Pais nem discordarem dos professores.
E quando esse novo tempo chegar vocês poderão descansar em paz, na certeza de que ofereceram tudo para que seus filhos se tornassem pessoas iluminadas e com certeza, eles iluminarão o mundo na construção de novos tempos;
- Tempos de Paz, Alegria e Fraternidade entre os povos.”














0 comentários:

Postar um comentário

Facebook