sexta-feira, 9 de outubro de 2015

(95) Minha Aline...

Nossa... quanto tempo se passou?
Eu dormi e não percebi?
Quando foi que você cresceu minha menina?

Ao pentear seus cabelos e prender como um rabo de cavalo, olhei teu reflexo no espelho e me deparei com uma mocinha.
...tão linda que me fez suspirar...

Um rostinho de traços delicados.
Que susto tomei ao reparar que você cresceu tanto em tão pouco tempo.

Me lembrei de quando comprei um banquinho para que você subisse e pudesse alcançar a pia do banheiro na hora de escovar os dentes, e hoje você nem precisou ficar nas pontas dos pés para se enxergar quase que por completa no espelho do banheiro.

Que orgulho te ver assim... tão grande... tão mocinha... tão feliz...
Sei que vou dormir um pouco mais e quando eu acordar novamente você estará na adolescência... e isso é muito bom, mas ao mesmo tempo aperta tanto meu coração... cadê meu bebezinho? Que saudades de poder te carregar...

Quantas lembranças gostosas eu tenho de vocês meus filhos amados.

Ainda ontem te levando pelas mão, paramos em frente ao gramado e colhemos dentes de leão para brincar... você assoprou aquele galho em mim e eu assoprei em você, tudo ao mesmo tempo, nós rimos tanto que chegamos a comer algumas daquelas "pluminhas"... foi tão bom...

Eu te amo tanto magrela... que chega a doer...

Hoje acordei meio emotiva, eu sei... abri meus olhos ainda na cama e lá estava você ao meu lado...
Te fiz um carinho e meu coração se encheu tanto que inevitavelmente uma lágrima acabou caindo... nessa hora você abriu os olhinhos também e perguntou: "Tá emocionada?" - eu disse, Sim! E você também chorou e me abraçou...

Depois rimos de nós mesmas...

Como é bom ter você perto de mim!

Você me faz muito feliz, você é parte do meu amor que se materializou... meu coração que bate fora do peito...

Te amo pra sempre!

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook