sábado, 31 de março de 2012

(47) Coelhinho da páscoa...

 Hoje pela manhã após mais uma dose do remédio amargo, muito choro e cara feia... a mãe resolve dar um pedaço de ovo de páscoa (que o coelho deixou na casa da tia Dédé e pediu pra ela trazer), acho que o ovo estava divino, pois acabaram comendo uma parte toda.

 Assim ficaram mais felizes.

 Passaram o dia falando do tal "cueio quasqua"...

 A noite cai, e eles precisam tomar outra dose do mesmo remédio, e a primeira coisa que a Aline fala é:

- chocoate quasqua
- chocoate quasqua

Filha aquele ovo acabou.

* O choro toma conta da casa toda...

Vamos pedir pro coelho trazer mais um ovo?

* ela fez que sim...

Vamos escrever pra ele? Eu te ajudo... e depois, durante a semana a gente faz um belo ninho pra ele vir botar seu ovo, tá bom?

* tá bom...

E essa foi sua (nossa) primeira carta...





E segurando em sua pequena mãozinha, eu ia ditando e *nós duas* íamos escrevendo a singela cartinha...

Após escrevermos a carta ela se desesperou, queria o ovo de qualquer maneira... expliquei que agora vou mandar a carta pra ele, e que só depois ele  traz o ovo, mas ela tem pressa... (mulheres são assim).

Foi dormir choramingando, resmungando e falando:

-  "ovo quasqua"...
-  "cueio quasqua"...


             ... Essa semana será looooonga ...

                       tô até vendo...

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook