segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

(40) Coração partido...

... e mais um dia de bagunça e brincadeiras se foi...

... é chegada a hora do banho + tetê + escovar dentes e por fim = berço...

mas antes...

Após eu dar banho no filho, o pai  levou a filha, e assim que terminei de dar banho nela ele foi buscá-la para enxugar e colocar o pijaminha lindo de ursinhos...

Enquanto o pai a secava, veio o irmão e bateu-lhe no rosto com o controle remoto da TV...

* A filha fica atônita...

* O pai, dá uma "senhora" bronca no filho... do chuveiro ouví a briga...

* O filho então, senta-se no sofá de cabeça baixa, já com beicinho de choro...

* Nesta hora a filha solta o choro... chega a perder o fôlego...

* O pai a abraça...

* O filho também chora... está de castigo...

* A filha se acalma e o pai  termina de colocar sua vestimenta...

* O pai pega o filho no colo e o leva para o quarto para conversar... acalmando-o...

* A filha aparece na porta do quarto...

* O pai pede que ela volte para a sala, pois a conversa era com o irmão...

* A filha, gentilmente obedece, senta-se no sofá e assiste a TV...

* O pai explica para o filho que o que ele fez não pode fazer, pois machuca a irmã ou qualquer outra pessoa... pergunta pra ele se está entendendo o que está ouvindo, e ele faz que sim com a cabeça (baixa ainda e com carinha de choro)...

* O pai ainda diz que se ele fizer novamente que ele ficará sem seus carrinhos...
 - Você quer ficar sem seus carrinhos?
 - Não!...
 - Então tem que obedecer o papai e não pode mais bater na táta... ta bom?
 - O filho faz que sim com a cabeça...
 - Então o pai beijou-lhe a testa e o tirou do castigo dizendo, vá brincar, mas antes dê um beijo em sua irmã como pedido de desculpas!

* O filho corre na direção da irmã e lhe dá um beijo e um abraço... e ela carinhosamente retribui lhe dando um grande abraço...

E então, o pai vai até a cozinha fazer o tetê... mas não se contém e chora... sente seu coração aos pedaços por ver a carinha de choro da filha (pela dor) e também pela carinha de choro do filho (pela bronca)...

* Fácil demais entender o que se passa em seu coração de pai amoroso...

dar bronca... corrigir... deixar de castigo... e até dar palmada...

às vezes se faz necessário sim...

                ... mas dói...
e é uma dor funda... que aperta o peito e machuca a alma...

Isso é parte integrante e intransferível do ato de EDUCAR...

Amar e Educar também é dizer NÃO !!!

Se Deus nos escolheu para cuidar de seus anjos, não podemos falhar... ele confiou à nós a vida desses pequenos e indefesos seres...


Sou feliz por ter um MARIDO amigo, carinhoso, amoroso... e tê-lo escolhido para ser PAI dos meus filhos não foi sem querer... foi tudo de caso pensado... pois eu já sabia que poderia confiar e contar com ele para me ajudar a construir o caráter dos meus filhos...

Obrigada por você ser uma pessoa sensível... de um coração infinitamente grande...

                      Você é meu exemplo de vida...
                               ... é o meu amor ...

                        ... é a minha própria vida ...


Amo você...

           Amamos você...

                           ... Bete, Bruno e Aline ...

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook