segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

(18) O dia depois de amanhã.

E enfim o Natal chegou, sem a presença é claro do bom velhinho (devido ao pavor das crianças).

Aline, hoje vamos à casa da Vó Diola e da vó Zizi, porque o Papai Noel passou lá e deixou presentes pra vocês.

Aline:
- ê ê ê (batendo palminhas), pisentiiiiiiii...

surgiu um silêncio, uma carinha de olhos arregalados e com a mãozinha no peito ela disse:

- pisenti,  medo Papai Nuél.

Então eu respondi:

- filha, não precisa ter medo.
- Ele só deixou o presente lá pra vocês e foi embora, nós só vamos buscar, mas ele já se foi...

e com alívio, ela soltou um grito:

- êêêêêê, pisentiiiiiiiiii...

E então fomos pra casa dos avós.

Primeiro na vó Diola, trocamos presentes... o Bruno estava mais interessado nos salgadinhos que nos brinquedos, até q a Aline ganhou um "louro José", aí ele se encantou, enfiou o salgado inteiro na boca só pra poder brincar, enquanto a Aline só ficava de olho nos vários pacotes lindamente embalados... ela queria abrir todos.
Fim de troca, papo vai papo vem, fomos pra casa da vó Zizi.

Lá, além dos presentes também tinha a presença da prima amada.

E mais vários e vários pacotes lindos...
ganharam de tudo naquele dia, carrinhos, bonecas, laptop, câmeras, mochilinhas, guarda-chuvinhas, roupinhas, microfones, tenzinhos, bonecos backyardigans, tudo... eles nem sabiam o que faziam ou com o que brincavam... comeram muito... dormiram tarde, além da hora de costume... desmaiaram de sono, nem ouviram os fogos à meia-noite.

Dia seguinte, fomos almoçar na casa da tia e lá ganharam mais dois brinquedos. Voltamos pra casa, ainda com aquele ar de ressaca, noite mal dormida ou pouco dormida... acabamos dormindo todos a tarde toda.
À noite, enquanto eles dormiam, coloquei aqui na sala, todos os brinquedos novos, e no dia seguinte (hoje), quando se levantaram e vieram tomar o primeiro tetê do dia, foi uma loucura... o leite não acabava da mamadeira e o desespero em brincar com tudo estava estampado nas carinhas deles.

Mamaram metade só, e já correram de encontro aos novos companheiros do dia a dia. O Bruno olhava e falava hô hô hô... ele se lembrava que foi o Papai Noel quem deu todos os novos brinquedos...

e a Aline, pegou tudo o que podia com suas pequenas mãozinhas e repetia incansávelente:  é  meu, é meu...

e então, as brigas recomeçaram e o dia se passou...

fim de festa...  fim de paz...

início de  novos desafios...

FELIZ  ANIVERSÁRIO  MENINO  JESUS !!

OBRIGADA PELA MAGIA E INOCÊNCIA DAS CRIANÇAS... A PUREZA E O BRILHO NOS OLHARES.

OBRIGADA POR TUDO !

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook